Campus diverso
Blog de recursos interdisciplinares para una universidad no heteronormativa
 

II Seminário Internacional Desfazendo Gênero, Universidade Federal da Bahia, 4-7 setembro 2015.

 

O Seminário Internacional Desfazendo Gênero foi criado após uma troca de ideais entre algumas pessoas pesquisadoras e ativistas ligadas aos estudos queer no Brasil. Após detectarem a dificuldade de inserir suas outras perspectivas teóricas, conceituais e metodológicas nos eventos já existentes no país, a proposta foi a de criar um espaço de interlocução entre as pessoas que trabalham com os estudos queer, em sua interface com os estudos das subalternidades e pós-colonialidades. Por isso, o Seminário recebeu o nome de um dos livros da filósofa feminista Judith Butler. Além disso, o objetivo também é o de contribuir para modificar a geopolítica da produção de conhecimento em nossa área e enfatizar a importância do trabalho que vem sendo desenvolvido no Nordeste do Brasil.

A primeira edição, com o tema Subjetividade, Cidadania e Transfeminismo, ocorreu de 14 a 16 de agosto de 2013, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, organizada pelo Núcleo Tirésias, na época coordenado pela professora Berenice Bento. Nesta primeira edição, o Desfazendo Gênero já contou com uma conferência de abertura internacional (de Marie-Hélène Bourcier), cinco minicursos, oito mesas redondas, uma mostra artística (com teatro e cinema) e a apresentação de pesquisas em 39 grupos de trabalho (GTs).

Naquela ocasião, o grupo de pesquisa Cultura e Sexualidade, coordenado pelos professores Leandro Colling e Djalma Thürler, da Universidade Federal da Bahia, foram convidados a realizar a segunda edição do Desfazendo Gênero em Salvador. Desde agosto de 2014, o CUS começou a construir uma série de parcerias com universidades, programas de pós-graduação, grupos de pesquisa e outras instituições para pensar e viabilizar o evento na Bahia.

O tema definido para o II Desfazendo Gênero, Ativismos das dissidências sexuais e de gênero, reafirma o compromisso em realizar um seminário que aposta nas perspectivas que, de uma forma ou de outra, criticam as normatizações, normalizações, naturalizações e binarismos sobre as diversidades e/ou dissidências sexuais e de gênero. Com esse tema, o encontro também reforça o seu caráter político, em sentido amplo, de problematizar e recriar de forma permanente a produção de conhecimento em nossa área, de compreender que essa produção também é política, de entender que o ativismo também produz conhecimentos e de que toda essa produção precisa estar à serviço de políticas para que as pessoas respeitem, reconheçam e aprendam com as múltiplas sexualidades e gêneros que existem em nossas sociedades.

Para discutir o tema geral do II Desfazendo Gênero, a comissão organizadora convidou a filósofa Judith Butler para realizar a conferência de abertura, montou sete rodas de conversa, chamadas de Encontros de Diálogos Interdisciplinares (EDIs), e organizou seis mesas redondas com pessoas ativistas, artistas e/ou pesquisadoras, em especial as que atuam em países da América Latina e de Portugal e Espanha. A ideia é que, com isso, ao final do evento, possamos pensar na criação de uma Rede de Dissidências Sexuais e de Gênero (REDIS) que passe a ser um espaço horizontal e não institucional de trocas permanentes entre as pessoas da área e que também problematize outra geopolítica da produção do conhecimento, ao enfatizar a grande colaboração da América Latina aos estudos e políticas para o respeito às diversidades e/ou dissidências sexuais e de gênero no mundo.

 

Sobre a submissão.

No período de 5 de janeiro a 15 de março de 2015 estarão abertas as inscrições de proponentes de simpósios temáticos (ST), oficinas e minicursos para o II SEMINÁRIO INTERNACIONAL DESFAZENDO GÊNERO – cujo tema central será Ativismos das dissidências sexuais e de gênero.

Orientação geral

O II Seminário Internacional Desfazendo Gênero, a ser realizado na Bahia, em 2015, foi pensado para ser um espaço de diálogo entre aquelas pessoas que de alguma forma ou de outra trabalham com os ativismos e estudos queer, das subalternidades e pós-colonialidades. Por isso, as propostas de Simpósios Temáticos, oficinas e minicursos devem tratar sobre as normatizações, normalizações e naturalizações sobre as diversidades e/ou dissidências sexuais e de gêneros, os binarismos das orientações sexuais e identidades de gênero, as formas dissidentes de viver as múltiplas sexualidades e os gêneros que existem em nossa sociedade.

Serão priorizadas as propostas que problematizem os limites das chamadas políticas identitárias e que evidenciem e discutam os “regimes de verdade” sobre as sexualidades e os gêneros, em especial aqueles que também se interseccionem com outros marcadores sociais das diferenças, a exemplo de classes, etnias, níveis de escolaridade, religiões, gerações, territórios, padrões e capacidades corporais.

Orientações para submissão de propostas de Simpósios Temáticos

Os Simpósios Temáticos são espaços para a apresentação e debate de pesquisas, práticas sociais e artísticas e/ou intervenções sobre um mesmo tema.

A proposta de Simpósio Temático deverá ser organizada por até duas pessoas coordenadoras. Sendo ligadas à universidade, pelo menos uma deve ser doutora. Sendo ligadas ao ativismo e/ou práticas artísticas, pelo menos uma deve ser de notório saber em sua área. Ambas não podem pertencer à mesma Universidade, Faculdade, Instituto, grupo, coletivo ou Estado.

A proposta de Simpósio Temático deverá conter: a) os nomes das pessoas proponentes, indicando a instituição, grupo/coletivo a que pertencem, grau de titulação, correio eletrônico, endereço completo e telefones; b) o título do Simpósio Temático; c) um resumo da proposta, com até 3000 caracteres com espaço. Neste resumo pede-se que se explicite o tema do ST, a relevância do tema e alguns de seus possíveis desdobramentos. A proposta deverá ser encaminhada exclusivamente através do site do evento (www.desfazendogenero.ufba.br)

A seleção das propostas será feita pela comissão científica do congresso e o resultado divulgado no site do evento (www.desfazendogenero.ufba.br) até o dia 31 de março de 2015.

Uma vez tendo sua proposta selecionada, caberá à coordenação de cada Simpósio Temático avaliar os textos enviados ao seu ST e definir as formas de trabalho, sempre com o objetivo de garantir ampla participação e tempo necessário para apresentação, discussão e aprofundamento das questões suscitadas. O número de apresentações em Simpósios Temáticos poderá variar de 12 (uma seção de funcionamento) a 24 (duas seções de funcionamento). Salientamos que é de exclusiva responsabilidade das pessoas que coordenam o Simpósio Temático a aprovação das propostas enviadas.

De 1º a 30 de abril de 2015 estarão abertas as submissões de resumos expandidos para as comunicações orais que pretendem ser apresentadas nos Simpósios Temáticos.

Orientações para submissão de propostas de oficinas e minicursos

As propostas de oficinas ou minicursos podem ser apresentadas por qualquer pessoa.

A proposta de oficina ou minicurso deverá conter: a) nome (s) da (s) pessoa (s) proponente (s), indicando a instituição, grupo/coletivo a que pertence (m), seu grau de titulação, seu correio eletrônico, endereço completo e telefones; b) o título da oficina ou minicurso; c) um resumo da proposta, com até 3000 caracteres com espaço. Neste resumo pede-se que se explicite o tema da oficina e minicurso, a relevância do tema, alguns de seus possíveis desdobramentos e a estrutura necessária para a sua viabilização, que será de responsabilidade da pessoa proponente. A proposta deverá levar em conta que as oficinas e minicursos serão realizadas apenas no dia 4 de setembro de 2015 (sexta-feira), no horário das 13h30 às 17h30 e/ou no dia 6 de setembro de 2015 (domingo), no horário das 9h às 12h. As propostas devem ser encaminhadas exclusivamente através do site do evento (www.desfazendogenero.ufba.br)

A seleção das propostas será feita pela comissão organizadora do congresso e o resultado divulgado no site do evento (www.desfazendogenero.ufba.br) até o dia 31 de março de 2015.

, , , , , ,

Política de privacidad